Início
Quem somos
Notícias
Fotos no Picasa
Fotos no Picasa 1
Fotos no Picasa 2
Fotos no Picasa 3
Blotequim
Fórum
Dicionário do Mar
Cachacinhas
Regras da Casa
Classificados
Links
Contato
 

 FeedRSS ExcerptsRSS 0.91 FeedRSS 1.0 FeedRSS 2.0 Feed
 
Smooth é campeão invicto em Niterói Imprimir E-mail
Por Mariane Thamsten - Velassessoria e Gustavo Sirelli   
17 de novembro de 2010

Image
Ricardo Timotheo


Smooth, do Rio Yacht Club (Sailing), venceu as quatro regatas válidas pelo III Campeonato Brasileiro de Velamar 22, realizado entre os dias 12 e 15 de novembro, na Baía de Guanabara.

A tripulação invicta, comandada por Ricardo Timotheo, disparou na liderança após vencer as três regatas disputadas no primeiro dia de prova. Com as regatas canceladas no domingo por falta de vento, a equipe foi para a água, nesta segunda-feira, com fortes chances de se tornar campeã.

O terceiro e último dia de prova foi marcado por ventos fracos (média de 6 nós), possibilitando apenas a realização de duas regatas. No entanto, a quinta prova foi cancelada pela comissão de regatas. Com a vitória da quarta prova, o Smooth se sagrou campeão, com quatro pontos perdidos. O segundo lugar ficou com o barco Dona Zezé, de Marcelo Gilaberte (PCSF), com 12 pontos perdidos. Já o barco Asa Thor, comandado por Pedro Trouche (CNC), também com 12 pontos perdidos, acabou com a terceira colocação pelo critério de desempate (melhor resultado na última regata). 

Entre as 16 tripulações que prestigiaram o evento, três vieram de Brasília: Vitor Hugo Bernstorff (Nauru/AABB, líder do ranking 2010 BSB), Sérgio Cortes (Hakuna Matata/CNB) e Rafael Ivan (SCA Aquarius/CNB).


Boteco 1

Picareta/Boteco 1 terminou o campeonato na quarta colocação, batendo o Contravento/Hakuna Matata (5º) nos critérios de desempate. Nas quatro regatas realizadas, a praxe foram as largadas ruins e grandes provas de recuperação. Na primeira regata, o barco azul montou a primeira bóia na décima colocação e terminou em quarto. Na última regata, largou em penúltimo mas uma escolha tática muito feliz permitiu que a primeira bóia fosse montada na quinta posição. No final, apesar de ocupar até a segunda posição, a quarta colocação. Com o comandante Leonardo Mauro, o Morcegão, contundido, a tripulação do Picareta foi formada por João Eduardo, Armando Faria, Gustavo Sirelli e Aline Faria.

Mas o Boteco tem muito o que comemorar. Afinal, metade da tripulação campeã a bordo do Smooth faz parte do time da caneca: Ricardo Timotheo e Oscar Castro. Veja abaixo a classificação final do III Campeonato Brasileiro de Velamar 22.


Correção

Ontem, 18/11, foi solicitado à CR revisão do desempate entre Picareta/Boteco1 e Contravento/Hakuna Matata. Após consulta, o resultado final foi alterado, tendo os barcos envolvidos trocado de posição. Sendo assim, o Picareta/Boteco1 caiu para 5° colocado no Campeonato.


Classificação final (revisada) do III Campeonato Brasileiro de Velamar 22 

1- Smooth (RYC) 4 pontos perdidos (pp)
2- D. Zezé (PCSF) 12 pp
3- Asa Thor (CNC) 12 pp
4- Contravento/Hakuna Matata (CNC/CNB) 19pp
5- Picareta / Boteco 1 (RYC) 19pp
6- Baruk (PCSF) 20pp
7- Roland Garros (PCSF) 37pp
8- La Brise/Nauru (AABB/DF) 38pp
9- Leviatan (CNC) 39pp
10- Veliger (PCSF) 43pp
11- Ravena (PCSF) 44pp
12- Salina (PCSF) 46pp
13- Marokau (PCSF) 49pp
14- Vela e Mar (PCSF) 54pp
15- Rocas (CNC) 56pp
16- Let it Be (MG/CNB) 59pp


O III Campeonato Brasileiro de Velamar 22 foi sediado pelo Rio Yacht Club (Saliling), berço de multicampeões mundiais e olímpicos, como Torben e Lars Grael, Clínio de Freitas, Marcelo Ferreira e Isabel Swan. Com organização da Engagec Gestão Esportiva e Comunicação, o evento foi patrocinado pelas empresas Saveiros Navegação e Arapongas Mecânica Pesada e Geradores a Biogás.

Image
< Anterior   Próximo >



 

   

free counters
 
Nós temos 35 visitantes online